Em 22/11/2017
 

Entrevista - José Cesário Francisco Jr.

O psicanalista irá participar do Pré-Congresso Bion em Aracaju


O Pré-Congresso Bion em Aracaju acontece nos dias 24 e 25 de Novembro no Del Canto Hotel. Uma das participações confirmadas para o evento é a do psicanalista José Cesário Francisco Jr. (Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo e Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto), que irá palestrar na mesa "Sonho Selvagem do Analista". 
 
A Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto será a instituição organizadora do ENCONTRO INTERNACIONAL BION 2018, sendo o Pré-Congresso em Aracaju um encontro antecipatório. 
 
Confira agora uma entrevista feita com o psicanalista, em que ele aborda alguns temas que serão aprofundados durante o Pré-Congresso.
 
* Entrevista elaborada pela Assessoria de Comunicação do NPA.
 
NPA: Poderia nos falar melhor sobre sua opinião acerca da temática escolhida para o evento: "Pensamentos selvagens"?
 
José Cesário Francisco Jr.: O livro publicado postumamente por Francesca Bion,  “Domesticando pensamentos Selvagens” (1997), oferece-nos interessantes pistas para a busca e encontro de um lar para que possa dar acolhimento a nossos  sentimentos e pensamentos bizarros, potencialmente violentos e ferozes. Na medida em que nos apropriarmos dos mesmos, além de podermos sermos o que nós somos, domesticá-los e realizando em parcerias, vivemos a unidade humana.
 
NPA: Para o senhor, quais foram as principais contribuições de Bion para a psicanálise?
 
José Cesário Francisco Jr.: As principais contribuições de Bion para a Psicanálise foram deixadas em livros como “EXPERIENCIAS EM GRUPOS”, onde desenvolve as ideias de Supostos Básicos e Grupos de Trabalho; “SECOND THOUGHTS”, onde se destacam artigos como O Genio Imaginário, A linguagem do Esquizofrênico, Parte Psicótica e Não Psicótica, Ataques ao Vinculo, Sobre a Arrogância, e a Teoria do Pensar; “ O APRENDER DA EXPERIENCIA”, “ELEMENTOS DE PSICANÁLISE”, “ATENÇÃO E INTERPRETAÇÃO”, “TRANSFORMAÇÕES”, os 3 volumes de “MEMÓRIA DO FUTURO”, e outros.
 
NPA: Para aqueles que ainda não conhecem as suas reflexões e considerações, de que maneira o trabalho de Bion pode ajudar os atuantes na área a (re)pensarem a sua prática clínica?
 
José Cesário Francisco Jr.: Posso falar da minha experiência. Como Bion jogou o foco também para o funcionamento mental do analista; a Análise com  analistas afeitos às vivências propostas por ele, junto com supervisão e seminários teóricos a respeito de sua obra, além da leitura dos autores universais em literatura, pintura, música; sinto uma ampliação na minha capacidade de funcionar como analista.
 
NPA: O pensamento de Bion é marcado pelas investigações acerca do pensamento, incluindo, por exemplo, a imaginação e a intuição. De que maneira esses aspectos estão presentes durante o encontro analítico?
 
José Cesário Francisco Jr.: O pensar é requerido para conter, pensar os pensamentos. Ao analista cabe a função de imaginar e intuir, sonhar com o analisando.
 
NPA: A mesa que contará com a sua participação durante o Pré-Congresso em Aracaju foi chamada de "Sonho Selvagem do Analista". Poderia nos adiantar algumas reflexões que serão discutidas nessa ocasião?
 
José Cesário Francisco Jr.: Quero destacar as condições para que um analista possa oferecer um lar que abrigue os pensamentos selvagens, incluindo algumas situações clínicas.
 
NPA: Bion parecia dar muita importância ao desconhecido. De que maneira essa dimensão da incógnita é importante para pensarmos e trabalharmos na psicanálise?
 
José Cesário Francisco Jr.: O tolerar o desconhecido é estruturante para caminharmos em busca dos também chamados pensamentos extraviados.
1 comentário(s) | Envie seu comentário
Envie seu comentário
Seu nome *

Seu e-mail *
Seu comentário *
Comentário(s)
postado por antonio sapienza em 23/11/2017 às 17:47

Prezados colegas do Núcleo de Aracaju. Parabenizo-os pelo evento. recebam votos de sucesso no empreendimento em favor da expansão de Psicanálise.
 

Leia também

Entrevista - Leonardo Francischelli (SBPdePA) 06/04/2017

O psicanalista é um dos convidados da XV Jornada de Psicanálise de Aracaju

Entrevista - Sonia Soussumi (SBPSP, SPR, NPA) 01/03/2017

A psicanalista aborda as articulações entre saúde mental e justiça, as diferenças entre psicoterapia em grupo e individual, além de outros assuntos.

Entrevista com Fernando Santana (SPRPE) 01/07/2016

O psicanalista estará presente no Congresso Internacional Sobre o Corpo em Psicanálise (29 e 30 de Julho)

Entrevista - Fausta Romano (Psicanalista e presidente do IPFR) 11/05/2016

Fausta nos falou sobre a fundação do IPFR, a parceria com o Brasil, além de discutir as contribuições das reflexões de Armando Ferrari para a psicanálise

Entrevista - Yusaku Soussumi 03/04/2016

Médico, Psicanalista, Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP)

Entrevista com Adalberto Goulart 18/01/2016

Fundação do NPA, atividades previstas para 2016, novas contribuições para a psicanálise, entre outros temas.
Página anterior Voltar
Topo Topo
 
 
Google+